Interditas circulações de embarcações no trajeto Palma – Pemba

0 254

A Policia Costeira Lacustre e Fluvial da Província de Cabo Delgado acaba de se aperceber que Insurgentes estão a assaltar embarcações a vela que fazem com regularidade o troço Palma para Pemba, transportando passageiros que de alguma forma temem ataques ou não se encontram em condições financeiras custear o transportes terrestres ao longo do troço Palma – Nangade – Mueda – Montepuez. A via terrestre em Palma é particularmente perigosa por estarem a circular insurgentes e oportunistas.

O último assalto, aconteceu nas vistas do Jornalista Arlindo Chissale que esteve a percorrer trabalhando por 3 dias e 3 noites, ao longo das praias e Ilhas que estão ao longo dos Distritos de Palma, Mocimboa, Ibo, Quissanga e Pemba.

“Eu tive a oportunidade de me informar sobre que embarcações estavam na praia de Palma e que tinham o destino à Pemba e eram duas. Escolhi a enorme e por sinal, me disseram que era a segunda maior embarcação que aquele Distrito tinha e fiz isso, para conversar, filmar gente e carga que nele seria carregada ao longo do trajecto. Há quem escolheu a pequenina. E veja que naquele sábado, havia apenas duas embarcações e no dia anterior, houve 5 embarcações credenciadas para saírem.” – Disse jornalista Chissale para depois acrescentar que, as embarcações a vela iam se seguindo uma atrás da outra e de acordo a pressão do vento e vi quando aquela embarcação ora capturada, escalou uma Ilha, no primeiro dia de viagem e nunca mais nos encontramos. A surpresa foi quando, depois de chegarmos, termos sido reportados de que houve assalto daquela mesma embarcação”. – Rematou o jornalista Chissale, que chegou na baia de Pemba e concretamente na praia de Paquitequete, na tarde de 2ª feira.

Refira-se que ao longo do referido trajecto marítimo, vários ocupantes da enorme embarcação denominada Estrela e a equipa tripulante, reportaram que havia saques do género e com o destaque a saque de mantimentos mas, os proprietários das embarcações, preferiam não reportar nos seus destinos, temendo represálias.

Fonte: PINNACLE NEWS

Leave A Reply

Your email address will not be published.